Nossa defesa divina

Os trabalhadores israelitas, supervisionados por Neemias, reconstruíram o muro ao redor de Jerusalém. Quase na metade, porém, descobriram que os seus inimigos conspiravam para atacar Jerusalém. Esta notícia desmotivou os trabalhadores já exaustos.

Neemias tinha de fazer algo. Ele orou e colocou muitos guardas em locais estratégicos. Em seguida, armou os seus trabalhadores. “Os carregadores […], cada um com uma das mãos fazia a obra e com a outra segurava a arma. […] cada um trazia a sua espada à cinta, e assim edificavam…” (Neemias 4:17,18).

Nós, que estamos construindo o reino de Deus, precisamos nos armar contra o ataque do nosso inimigo espiritual, Satanás. Nossa proteção é a espada do Espírito: a Palavra de Deus. Memorizá-la e meditar sobre ela nos capacita a “…ficar firmes contra as ciladas do diabo” (Efésios 6:11). Se pensamos que trabalhar para Deus não importa, devemos voltar-nos à promessa de que o que fazemos para Jesus durará eternamente (1 Coríntios 3:11-15). Se tememos ter pecado demasiadamente para que Deus nos use, precisamos nos lembrar de que fomos perdoados pelo poder do sangue de Jesus (Mateus 26:28). E, se nos preocupamos com poder falhar se tentarmos servir a Deus, podemos recordar que Jesus disse que daremos frutos ao permanecermos nele (João 15:5).

A Palavra de Deus é a nossa defesa divina!

A Palavra de Deus é uma defesa divina contra os ataques do inimigo.

por Jennifer Benson Schuldt | Veja outros autores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *